Resenha: Íris Púrpura - Delson Neto



Hello pessoal! Tudo bem? Essa é a segunda resenha de conto que trago essa semana, mas é de divulgação de lançamento do livro Os Guerreiros de Alquemena. 

Sangue de Dragão - Delson Neto



Hey pessoal! Tudo bem? Então, vou postar a resenha de um conto que é de divulgação do livro Os Guerreiros de Alquena do autor Nelson Neto.

Entrevista com Lavínia Rocha

Facebook
comprar livros
Skoob



Lavínia Rocha nasceu dia 24 de maio de 1997, é mineira de Belo Horizonte. Concluiu o ensino médio em 2014 no colégio Santo Antônio. Publicou em 2010 o seu primeiro livro, Um Amor em Barcelona, e em 2014, de Olhos fechados.












Hello pessoal! Tudo bem? Hoje trago uma entrevista com a autora Lavínia Rocha. Espero que gostem de conhecer um pouquinho mais sobre ela.

1. Olá Lavínia, tudo bem? Você poderia falar um pouco sobre você?

Eu sou uma pessoa bastante espontânea, comunicativa e risonha. Gosto muito de me envolver em lutas de minorias (especialmente a luta negra e a feminista), seja lendo, debatendo ou atuando. Sou movida pelos meus sonhos, inspirada por situações a minha volta e praticamente tudo me diverte; sair e viajar com amigos, dançar, ler, assistir a séries e filmes...
Tenho uma personalidade forte, sou bastante crítica e argumentativa e defendo com unhas e dentes aquilo que penso. Mas estou sempre com a mente aberta para novas opiniões.


Lançamento de Novembro da Editora D'Plácido





Hello pessoal! Tudo bem? Hoje trago pra vocês a noticia de que a Editora D'Plácido em breve estará lançando um livro de contos dos autores Lavínia Rocha, Augusto Alvarenga, Fernanda Medeiros, Adelina Barbosa, Mariana Cestari e Bibi Ribeiro. O lançamento esta previsto para novembro.


"Prince Of Thorns" de Mark Lawrence

Oi gente, hoje eu vou falar de Prince Of Thorns do Mark Lawrence, um livro de dark fantasy e ficção cientifica que ganhou meu coração nas primeiras páginas. Prince Of Thorns é o primeiro da Trilogia dos Espinhos, tem 360 páginas e é a primeira obra publicada do autor, dai você já tem um surpresa porque a escrita é magnifica e não parece de iniciante (tenho certeza que ele tem pilhas de livros ruins que o fizeram pega o jeito porque se não tiver eu não sei de mais nada, é inacreditável tamanha idoneidade de primeira, imagina quando ele for todo cheio de experiência, vai dominar o mundo da literatura e o padrão de qualidade vai ser baseado em Mark Lawrence: nossa sua escrita é tão Lawrence! rsrsrsrsrs). 




Ainda criança, o príncipe Honório Jorg Ancrath testemunhou o brutal assassinato da Rainha mãe e de seu irmão caçula, William. Jorg não conseguiu defender sua família nem fugir do horror. Jogado à própria sorte num arbusto de roseira-brava, ele permaneceu imobilizado pelos espinhos que rasgavam profundamente sua pele, e sua alma.O príncipe dos espinhos se vê, então, obrigado a amadurecer para saciar o seu desejo de vingança e poder. Vagando pelas estradas do Império Destruído, Jorg Ancrath lidera uma irmandade de assassinos, e sua única intenção é vencer o jogo. O jogo que os espinhos lhe ensinaram.


Não posso falar muito sobre a história sem dar spoilers, todo o desenvolvimento é baseado em pequenos detalhes e os períodos em branco que escondem segredos a cerca de elementos importantes para o quadro geral. Esse é um livro que deve ser lido com muita atenção para que possa fazer sentido e para que você pegue as ligações entre os fatos do passado com o presente e o papel de cada pessoa na história, um nome citado no primeiro livro é ressaltado no terceiro, coisas que acontecem no segundo são explicadas no terceiro, pequenos detalhes do primeiro e segundo livro relevam uma bomba no terceiro. Detalhes são tudo. Para o encaixe perfeito a narrativa é separada em dois tempos, presente e passado, sendo o ultimo intitulado "Quatro Anos Atrás" e ambos em primeira pessoa do ponto de vista da personagem principal. 

O autor nos coloca num cenário medieval pós apocalíptico que é desvendado aos poucos de acordo com a perspectiva da personagem ante o mistério que o passado representa e como isso pode influenciar a guerra centenária. Era uma vez um grande Império que foi destruído e dividido em 100 partes a 100 anos atrás , e cada uma delas quer o domínio sobre as outras 99 sem nunca conseguir um resultado decente por tempo suficiente. Jorg é o príncipe de um destes cem reinos e é também líder de um bando de assassinos que vaga atualmente pela Estrada dos Cadáveres matando, pilhando, estuprando e incendiando.  

Para o príncipe a guerra e tudo relacionado a ela é um jogo como o xadrez e as pessoas não passam de peças que ele deve manipular para chegar a onde quer. De cara percebemos que Jorg não é bonzinho (se você tem um forte crivo para moralidade ao qual submete todas as personagens não irá se apegar a ele nem a esta leitura) e que está determinado a conseguir a coroa do Império (um fato incontestável é sua competência para isso). Nesse livro Jorg é um garoto imaturo e cruel, extremamente inteligente com um passado traumático que só conhecemos por completo no terceiro livro da trilogia (e ele é um sociopata, só pra não dizer que eu não deixei a índole dele clara o suficiente).




Os irmãos de bando do Jorg são as pessoas mais próximas a ele, e você esperaria que fossem apenas um monte de homens cruéis sem escrúpulos mas cada um tem uma personalidade e um papel no enredo a se desenrolar.  As personagens são muito bem construídas e todas possuem algum grau de complexidade, ninguém é simplesmente uma única coisa, todas tem um passado de fatos que as moldaram e ao longo da trilogia as camadas vão sendo reveladas ao mesmo tempo em que outras são adicionadas. Esse é um dos melhores aspectos da história, as personagens que a constitui evoluem com ela de forma muito humana mesmo sendo um cenário fantástico/cientifico.




As cenas de ação são algo digno de nota, não por serem tão bem descritas que são quase gráficas mas pela forma como elas se desenrolam e como o Jorg lida com isso (esse cara é um gênio estrategista, o MELHOR). O quesito romance é totalmente secundário (ou terciário), em Prince Of Thorns ele ta ali quase só por estar mas de novo o lance dos detalhes, na hora você não percebe mas essa coisa fajuta que quer se passar por romance é fundamental lá na frente.

O livro me pegou quando percebi que o Jorg era praticamente vilão e que essa seria uma leitura de se agarrar em cada palavra, no começo ela quase não andava porque eu parava o tempo inteiro para apreciar determinada frase e tive que me obrigar a diminuir a quantidade de vezes que isso acontecia se quisesse acabar logo e eu queria o final desesperadamente. Também adoro as frases sobre os Irmãos entre um capítulo e outro e as dicas que elas dão sobre os próximos acontecimentos.

Algumas pessoas dizem que o livro é complicado de entender mas eu não tive dificuldade alguma e acredito que aqueles que estão habituados ao estilo também não terão, escutei também que algumas pessoas não conseguiam captar o que o autor queria para a personagem, e o que eu vejo é o amadurecimento do Jorg ao longo da jornada em direção ao trono do Império e como ele lida com seus demônios e se torna uma pessoa melhor e consequentemente um líder melhor.


Autor Desconhecido (caso veja isso senhor (a) por favor se identifique e eu lhe darei os devidos créditos)


Prince Of Thorns não é um livro fácil mas ele te conquista pela trama bem bolada, pela construção da história e dos personagens, pela falta de pudores da escrita, pelos mistérios e mais uma vez, pelos detalhes. 

A Trilogia dos Espinhos se tornou uma das minha favoritas no gênero fantasia e eu pretendo ler os próximos livros do autor sem deixar passar um (se ele publicar a lista de supermercado, eu vou lê).






Apresentação de Colaboradora + Resenha "A Geografia de Nós Dois"

Ei pessoas! Eu sou a Héllen Faria a nova colaboradora do My Secret World (pretendo postar aos fins de semana sempre que a escola ou o Enem não me bagunçarem), sou uma garota que ama moda, ler, assistir series e tomar sorvete, meus gêneros favoritos são fantasia + seus subgêneros e romances fofos e engraçados. A minha primeira resenha para o blog vai ser de um romance adolescente doce e clichê mas que me surpreendeu e me deixou com um sorriso no rosto. O livro de hoje é A Geografia de Nós Dois de Jennifer E. Smith.



Bird Set Free

   Olá pessoas!Sou a Débora, nova colabora aqui do My Secret World. Esse é meu primeiro post, um texto de autoria própria inspirado em 2 músicas da cantora Australiana Sia. Bom! Espero que gostem